domingo, 18 de julho de 2010

Lugar

Viagem vã
Viagem só
Viagem
Que deserta no peito
Nem um grão de areia
Cá dentro
Lugar tão estreito
Nem uma ponta de vento!

Foste coragem em mim
Por amor,
Por defeito!
Ficaste memória tão só
Por respeito,
Saudade, poema,
Sem despeito...

Joana